"DEUS QUER FALAR AO SEU CORAÇÃO"

sábado, 12 de julho de 2014

AS DUAS CAIXAS






Tenho em minhas mãos as duas caixas que DEUS me deu para guardar. Ele disse:

Coloque todas as suas tristezas na preta e todas as suas alegrias na dourada.

Eu entendi suas palavras e guardei nas duas caixas tanto minhas alegrias quanto minhas tristezas.

Mas, embora a dourada ficasse cada dia mais pesada, a preta continuava tão leve quanto antes.

Curioso, abri a preta.

Eu queria descobrir o porquê, e vi na base da caixa um buraco pelo qual minhas tristezas saíam.

Mostrei o buraco a DEUS e pensei alto: "gostaria de saber onde minhas tristezas podem estar..."

Ele sorriu gentilmente para mim e disse:

Meu filho, elas estão aqui comigo!

Perguntei:

DEUS, por que me deu as caixas? Por que a dourada inteira e a preta com o buraco?

Meu filho, a dourada é para você contar suas bênçãos... 

E a preta é para você deixar ir embora suas mágoas e tristezas...
 
LEMBRE-SE SEMPRE DE GUARDAR SEUS MOMENTOS

MAIS FELIZES E DEIXAR IR EMBORA AS TRISTEZAS!
Autoria: Autor Desconhecido
 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

O VERDADEIRO SENTIDO DA PÁSCOA

























Pessoas Amadas
A Paz do Senhor Jesus

Hoje vamos falar um pouco sobre a Páscoa:
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes do nosso calendário. Atualmente, tornou-se uma data tão comercial, que poucos lembram ou conhecem seu verdadeiro significado. Além dos chocolates e presentes,
Nesta época é celebrado um dos momentos mais importantes para os cristãos de todo mundo, que é a morte e ressurreição de Jesus Cristo, em sinal da nova aliança feita por Deus com seu povo amado.
Abaixo vocês conhecerão mais sobre a Páscoa e deixo um vídeo lindo para assistirem.
Feliz Páscoa a todos vocês, na paz do Senhor Jesus.

Páscoa

Páscoa (do hebraico Pessach), significando passagem através do grego Πάσχα é um evento religioso cristão, normalmente considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa do Cristianismo. Na Páscoa os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 dC. A Páscoa pode cair em uma data, entre 22 de março e 25 de abril. O termo pode referir-se também ao período do ano canônico que dura cerca de dois meses, desde o domingo de Páscoa até ao Pentecostes.

Origem do nome páscoa
Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pesa, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito.

A palavra Páscoa advém, exatamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egito para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário, segundo os cálculos que se indicam a seguir.

No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pesah. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua , os franceses de Pâques, e também em outras línguas que provavelmente não saiu do hebraico: latim Pascha, azerbaijano Pasxa, basco Pazko, catalão é Pasqua, crioulo haitiano Pak, dinamarquês Påske, Pasko em esperanto, galês Pasg, Pasen em holandês, indonésio Paskah, Páskar em islandês, Paskah em malaio, em norueguês påske, Paști em romeno, Pasaka em suaíle, påsk em sueco e Paskalya em turco.

Os termos "Easter" (Ishtar) e "Ostern" (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pessach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Eostremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera que era homenageada todos os anos, no mês de Eostremonat, de acordo com o Venerável Beda, historiador inglês do século VII. Porém, é importante mencionar que Ishtar é cognata de Inanna e Astarte (Mitologia Suméria e Mitologia Fenícia), ambas ligadas a fertilidade, das quais provavelmente o mito de "Ostern", e consequentemente a Páscoa (direta e indiretamente), tiveram notórias influências.

























Páscoa Cristã

Celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição.

Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica, que é uma das mais importantes festas do calendário judaico, celebrada por 8 dias e onde é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.

A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do pesach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica, se nos ativermos à cronologia proposta pelos Evangelhos sinópticos. O Evangelho de João propõe uma cronologia distinta, ao situar a morte de Cristo por altura da hecatombe dos cordeiros do Pessach. Assim, a última ceia da qual participou Jesus Cristo (segundo o Evangelho de Lucas 22:16) teria ocorrido um pouco antes desta mesma festividade.

Páscoa Judaica

Segundo a Bíblia (Livro do Êxodo), Deus mandou 10 pragas sobre o Egito. Na última delas (Êxodo cap 12), disse Moisés que todos os primogênitos seriam exterminados (com a passagem do anjo por sobre suas casas), mas aqueles (Israelitas ou Egípcios) que seguissem suas instruções seriam poupados. Para isso, deveria sacrificar um cordeiro, passar o sangue do cordeiro sobre as ombreiras das portas de suas casas e não deveriam sair de suas casas, assim, o anjo passaria por elas sem ferir seus primogênitos. Todos os demais primogênitos do Egito foram mortos, do filho do Faraó aos filhos dos prisioneiros. Isso causou intenso clamor dentre o povo egípcio, que culminou com a decisão do Faraó de libertar o povo de Israel, dando início ao Êxodo de Israel para a Terra Prometida.

A Bíblia judaica institui a celebração do Pessach em Êxodo 12, 14: Conservareis a memória daquele dia, celebrando-o como uma festa em honra de Adonai: Fareis isto de geração em geração, pois é uma instituição perpétua.

Tradições pagãs na Páscoa

Na Páscoa, é comum a prática de pintar ovos cozidos, decorando-os com desenhos e formas abstratas; em grande parte dos países ainda é um costume comum, embora que em outros, os ovos tenham sido substituídos por ovos de chocolate. No entanto, o costume não é citado na Bíblia e portanto, este é uma alusão a antigos rituais pagãos. A primavera, lebres e ovos pintados com runas eram os símbolos da fertilidade e renovação associados a deusa nórdica Gefjun.

A lebre (e não o coelho) era o símbolo de Gefjun. Suas sacerdotisas eram ditas capazes de prever o futuro observando as entranhas de uma lebre sacrificada. A versão “coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?” é comercialmente mais interessante do que “Lebre de Eostre, o que suas entranhas trazem de sorte para mim?”, que é a versão original desta rima.

A lebre de Eostre pode ser vista na Lua cheia e, portanto, era naturalmente associada à Lua e às deusas lunares da fertilidade. Seus cultos pagãos foram absorvidos e misturados pelas comemorações judaico-cristãs, dando início a Páscoa comemorado na maior parte do mundo contemporâneo.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



























quinta-feira, 27 de março de 2014

OS ENSINAMENTOS DE JESUS


























Pessoas Amadas
A Paz do Senhor Jesus

Do elevado púlpito de um monte, Jesus pregou o sermão que contém as leis do seu reino (Mateus 5,6 e 7), maravilhosos discursos repletos de ensinamentos.
O importante não é elogiá-los, mas praticá-los de fato em nossa vida.
Se permitíssemos que esses princípios operassem em nossa vida, eles transformariam todo o nosso relacionamento pessoal, curariam nossas feridas sociais, resolveriam todas as questões entre as nações e poriam o mundo todo em ordem. A base dessa lei é a bondade. Um dia vivido de acordo com os seus ensinamentos seria um pedacinho do céu. Em vez da anarquia, reinaria o amor.

























Eu sou apenas um grão de areia no Oceano, mas estou tentando viver e praticar os ensinamentos deixados por Jesus.
Se sentir no seu coração, leia e pratique (Mateus 5,6 e 7). E você verá muitas mudanças acontecerem em sua vida.
Hoje vou deixar apenas esta palavra (Mateus 5:1-12), que DEUS abençoe você e sua família em nome do Senhor Jesus.


Mateus 5


O Sermão do Monte
As bem-aventuranças

1 E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e,assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;
2 E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
3 Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça,porque eles serão fartos;
7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
10 Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
12 Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.

 



Dozen Roses Maker
Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br



recado para orkut









molduras para fotos

smileys falando

Clique aqui e tenha acesso  ao Site Tony Gifs & Javas

<


smileys falando

smileys falando

A Primavera chegou! Aprecie as flores que o Senhor nos da de presente todos os dias, e seja muito Feliz. smileys falando



Mensagens Para Orkut












Image and video hosting by TinyPic









Photo Images Free Image Hosting Upload Photos
Religiosas


Heart Images Free Pics View Photos

Mas agora, assim diz o Senhor, que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Isaías, 43:1